17 locais no centro de São Paulo para descobrir

Por
17 coisas para fazer no centro de São Paulo

Ah o centro da cidade de São Paulo. Opiniões dividas entre alguns e consolidadas para outros.

Para mim, opinião bem consolidada. Acho o centro de São Paulo o máximo. Algumas pessoas dizem que é sujo, perigoso, nojento e tantos outros adjetivos que ouço, mas nem assim deixo de gostar dele.

Sério…acho que o centro de São Paulo já foi bem pior em décadas passadas, bem mal cuidado e bem mais sujo. Hoje com a revitalização dessa parte da cidade, muita coisa foi restaurada, pintada, arrumada e vários locais abriram suas portas pela região, deixando um pouco de lado aquela ideia do centro de apenas prostituição, droga e vagabundagem. Claro que ainda existe, mas tem muita coisa legal, clássica e nova acontecendo nessa área.

1. O CENTRO

Pelo centro aqui vamos entender como: Centro Histórico, República, Largo do Arouche, Vila Buarque, Santa Ifigênia, Campos Eliseos, Sé e Luz.

A pergunta que todo mundo que não conhece São Paulo direito faz se é perigoso andar pelo centro. Bem… no Brasil, nem dentro da sua casa é seguro, certo? mas prudência seria a palavra certa. Algumas áreas centrais como Julio Prestes, Av Rio Branco, Ruas Aurora, Vitória, Guaianazes e adjacências, não são muito seguras após 21/22h, mas se você não se importa com drogados (de todos os tipos), e nem prostituição, tudo bem, mas seja prudente com pertences especialmente após esses horários. Eu mesmo já fiquei em aptos AIRBNB umas 4 vezes na área e nunca tive problemas, mesmo chegando a pé tarde da noite.

Obviamente que não conseguirei colocar tudo o que há para fazer na região, mas nesse post, as coisas menos óbvias, digamos assim, como mercado central, Terraço Itália, Bolsa de São Paulo, 25 de Março por exemplo, deixarei de lado. Vamos ver alguns locais nao tão óbvios assim.

2. MEMORIAL DA RESISTÊNCIA DE SÃO PAULO

Local onde abriga um acervo sobre a época da ditadura no Brasil. Linha do tempo, depoimentos em vídeos, réplica de cela dos presos políticos, curso de Direitos Humanos, palestras e exposições. Um local muito bacana se você quer aprender um pouco sobre a nossa história e independente de posição política. Eu mesmo fiquei surpreendido com a riqueza de informações lá dentro. Prepare pelo menos umas 3h lá dentro para aproveitar bem. Site

Endereço: Largo Gen. Osório, 66 – Santa Ifigênia

Assista ao vídeo sobre o Memorial:

3. SALA SÃO PAULO

O imponente edifício da Estrada de Ferro Sorocabana abriga hoje a Sala São Paulo, sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e uma das mais importantes casas de concertos e eventos do País. Além de poder fazer uma visita monitorada em uma das salas de concertos mais importantes do Brasil, é possível assistir a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo aos sábados e domingos de manhã sem precisar pagar nada.

Endereço: Praça Júlio Prestes, 16

4. PARQUE DA LUZ

É o parque mais antigo de Sãoo Paulo. Bem em frente à Estação da Luz, alí você pode andar, fazer ginástica, visitar o rosedal e até um aquário subterrâneo.

Foto: São Paulo Bairros
5. EDIFÍCIO MARTINELLI

Um dos ícones do centro da cidade, o mirante, no 26 andar, foi reaberto para visitação e possui um ótimo tour com a história do local. Você deve agendar a visita aqui. Lembrando que no momento (17.11.2020), visitas suspensas devido ao coronavírus.

Endereço: Rua São Bento, 405

6. PRAÇA DAS ARTES

É um complexo cultural que promove apresentações e exposições ligadas à música, artes plásticas, dança e teatro com programação variada. Além disso você encontra no térreo um café bem interessante. Leia aqui algumas curiosidades sobre o local. Para ver a programação (atípica agora em épocas de vírus), veja aqui.

Endereço: Avenida São João, 281

7. DAISO JAPAN

Para quem não mora em São Paulo, fazer compras na cidade é paraíso, mesmo quem mora praticamente ao lado, no meu caso, Curitiba, onde os preços são bem mais altos.

Um exemplo é a rede japonesa de lojas  ideal para você encontrar tudo aquilo que você nem sabia que queria ou precisava! maioria dos produtos custa uns R$ 10.

A loja do centro de São Paulo tem desde artigos de papelaria até utensílios de cozinha, passando por acessórios para pesca e jardinagem, caixas para presentes, cerâmicas e etc…

Embora haja duas lojas Daiso em Curitiba (Shopping Estação e Shopping Curitiba), prefiro comprar em SP.

Em breve compras online também! Site

Endereço: R. Direita, 247 – Sé

8. CASA GODINHO

A Casa Godinho foi fundada em 1888 por um imigrante português chamado José Maria Godinho na Praça da Sé, sendo transferida para a rua Libero Badaró, 340, no Centro, no ano de 1924, onde funciona até hoje.

Alí você encontra o melhor bacalhau, temperos a granel, empadas, doces, sanduíches montados na hora e tudo num ambiente que nos remete a uma São Paulo antiga e rica. Site.

Endereço: R. Líbero Badaró, 340

Foto: São Paulo City
9. EDIFÍCIO SAMPAIO MOREIRA

Ao lado da Mercearia Godinho, encontra-se o Edifício Sampaio Moreira, o primeiro arranha céu de São paulo antes da construção do Martinelli, em 1929. Hoje, o Sampaio abriga a Secretaria de Cultura de SP e, no último andar, um mirante aberto à visitação preservando a arquitetura original.

Endereço:  R. Líbero Badaró, 340

Foto: A vida no centro
10. ZONA CEREALISTA

O mercadão, popular e turístico, fez com que os preços subissem consideravelmente, mas se você procura comprar e não turistar, a zona cerealista oferece preços bem mais em conta co ma mesma qualidade ou até melhor do que a do mercadão. Você só precisa caminhar um pouco porque não está tudo num local só, mas sim ao longo de algumas ruas.

Você poderá comprar produtos online também. Site.

11. CASA DE FRANCISCA

Depois de quase 10 anos nos Jardins, a Casa de Francisca se mudou para o Palacete Teresa Toledo de Lara, um prédio histórico e tombado no centro da cidade, perto do metrô República. Valeria a pena ir conferir só pela arquitetura do palacete, mas a Casa promove shows da cena contemporânea com nomes pouco conhecidos e outros já um pouco mais famosos, além de oferecer almoços e jantares de quarta a sábado.

Endereço: Rua Quintino Bocaiúva, 22 – Sé

12. CASA DA IMAGEM

Local voltado voltado à memória fotográfica da cidade de São Paulo. Site.

Endereço: Rua Roberto Símonsen, 136

13. PARIBAR – GASTRONOMIA BOÊMIA

Como falar de São Paulo sem falar em comida e boemia, não é mesmo?

O estabelecimento, point de intelectuais nos anos 1950, atrai habitués e novos frequentadores, movidos pela boa reputação. Você pode sentar no salão ou nas cadeiras de vime da varanda com vista para a Praça Dom José Gaspar.

No cardápio: Couscous paulista, frango, fish and chips, risoto, massas diversas, carnes, feijoada e o famoso brunch de domingo.

Agora, em época de pandemia, faz entrega também.

Endereço: Praça Dom José Gaspar, 42 – República,

14. BAR DA DONA ONÇA

Tradicional bar do Edifício COPAN que já ganhou vários prêmios.

Aproveite e visite também o mirante do Edifício Copan. Veja no post “Mirantes de São Paulo” para mais detalhes.

Endereço:  Av. Ipiranga, 200 – 27 e 29 – Centro

15. SALVE JORGE CENTRO

“O bar Salve Jorge nasceu da ideia de oferecer a cidade de São Paulo um local agradável e feliz, de comida boa e cerveja gelada”. Cumpre o que promete.

Bem no meio da Wall Street paulistana, você encontra almoço, petiscos e uma decoração informal bem legal.

Como eles mesmos dizem: “O Salve Jorge foi pensado para você que é guerreiro do dia-a-dia”

Endereço: Praça Antônio Prado, 33 – Centro Histórico 

16. GALERIA METRÓPOLE

Galeria que surgiu nos anos 60 como o centro comercial mais luxuoso de São Paulo, na Av. São Luis, passou do luxo à decadência e hoje revitalizada com bares, cafés, livrarias e restaurantes divididos em 4 andares.

Um dos locais que acho bem legal é a livraria, centro de eventos e biblioteca Tapera Tapera, no segundo andar. Veja o site

Endereço: Av. São Luís, 187 – Centro Histórico

17. BAR DOS ARCOS

O bar do subsolo do Theatro Municipal. A proposta é oferecer bons drinks, música instrumental e uma bela arquitetura em arcos, a qual dá um espírito de taberna.

18. PONTO CHIC CENTRO

Em 2017, a receita original do bauru completou 80 anos, uma história recheada de sabores. Foi no Largo do PaissandÚ onde tudo começou, na loja mais tradicional do Ponto Chic, fundada em 1922. Quatro tipos de queijos fundidos em banho-maria (queijo prato, estepe, gouda e suíço), preparados de um jeito único. A receita ainda leva fatias de rosbife, tomate e pepino em conserva, tudo no pão fresquinho e crocante.

Por que não ir no Ponto Chic e comer um?? Site.

Endereço: Largo do Paissandu, 27

Veja também outros locais no centro.

Mais post sobre o centro aqui

Acomodação em São Paulo? Clique na imagem abaixo

Gostou do post? Compartilhe!

Sem tags 0 Comentários

Sem comentários ainda

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code