Tudo sobre trabalho remoto – Parte I

Por
Tudo que você precisa saber sobre trabalho remoto

Mudanças na forma de pensar e agir das pessoas e mudanças também na forma de trabalhar.

O século XXI trouxe uma contra cultura bem interessante. Jovens que começaram com uma certa insatisfação mundial em relação ao trabalho de bater ponto, mesma coisa dia após dia, enfrentar trânsito, engarrafamento, ver sua vida passar e acumular coisas que jamais irão usar pelo fato de não terem tempo . Um consolo? a aposentadoria..ah o sonho da aposentadoria. Isso se você sobreviver até sua aposentadoria e não ter vários problemas relacionado a stress de trabalho + trânsito + comer mal + nada novo.

Dessa contra cultura surgiu também o afloramento do trabalho remoto. Lembrando que definição de trabalho remoto, de acordo com dicionário Aurélio é: “Atividade profissional realizada fora do espaço físico do empregador com auxílio de tecnologias de comunicação à distância e transmissão de dados”.

A TRANSFORMAÇÃO DIGITAL

Um pouco da minha história: Em 1995, época ainda da internet discada, e trabalhando como professor de inglês tempo integral, queria dar um up na minha carreira com um curso e receber um diploma internacional para dar aulas de inglês para adultos conferido nada menos que pela Universidade de Cambridge, na Inglaterra. Em pesquisa internet, descobri que era oferecido modalidade a distância, na época não oferecido no Brasil. Fiquei frustrado e imaginei como seria interessante a vida nestes países onde se podia fazer várias coisas em casa, a partir de casa, de outro país em termos profissionais e não ficando atrelado à cidade / país onde morávamos. Essa é uma das vantagens de saber inglês. A gente acha na internet coisas que chegarão no Brasil 10/20 anos depois, ou nunca chegarão.

Alguns anos se passaram e eu sempre pesquisando e de olho na tal internet. Nesse meio tempo, descobri que boa parte da Europa e EUA usavam muito o trabalho em casa ou trabalho remoto. Até então , algo mais ou menos de outro mundo no Brasil. Exceto para poucos tipos de trabalho.

Vi alí um longo caminho té chegar isso tudo no Brasil. Mentalidade de empregador um pouco atrasada, mentalidade de colaborador mais ainda e leis que não ajudavam absolutamente em nada esse tipo de trabalho no país. Pensei: Não vou desistir!

Foi em 2001 que finalmente consegui fazer o tão sonhado curso pela Universidade de Cambridge, o qual foi parte à distância e parte presencial em São Paulo. Depois, por um certo tempo, trabalhei para uma editora internacional, onde trabalhava diariamente com internet, computadores, planilhas, relatórios e tudo entregue à distância. Sabia que aquele trabalho não era pra mim. Burocrático demais e, na realidade, detestava. Mas o bom foi que me familiarizei muito, com o trabalho remoto, pois trabalhava em várias partes de dois estados e não necessariamente preso a um escritório.

Voltando a ser autônomo como professor de inglês, com aulas na minha casa, algumas empresas e a ideia fixa de alcançar um público que não alcançaria somente na cidade onde morava, uma bênção. Internet a cabo e o então Orkut ( onde fiz vários contatos pelo Brasil afora), foram a gota d´água para começar a trabalhar a partir de casa e então remotamente. Na época, ano 2005, ensino a distância era algo que poucos “loucos” ousavam falar e usar. Acho que fui um dos primórdios. Aulas pelo então MIRC e MSN bastavam. Você pode ver os curso de inglês a distância que ofereço clicando aqui.

De uns ano pra cá, muita coisa mudou no que diz respeito ao trabalho remoto, home office ou tele trabalho, como é chamado na lei no Brasil. As pessoas começaram a ver com outros olhos, empregadores viram que é possível e vantajoso em termos de custos e, para o colaborador, ferramentas tecnológicas ajudam e muito a execução do trabalho remoto. Desde administrativos, reuniões online, compartilhamento de arquivos e etc.

Nos EUA estão as empresas que mais contratam para trabalho remoto como: Adobe, Dell, Salesforce, Twitter, SAP, Xerox, Facebook, AIRBNB e outras…

Para entender como funciona o trabalho remoto no Brasil em termos de legalização, leis e etc…, sugiro a leitura desse livro claro e objetivo aqui, que apresenta o assunto teletrabalho e toca em pontos importantes para o líder e para o liderado, que deseja ou já trabalha distante do escritório da empresa. Desmistificar é importante, mas como atuar, qual a postura do trabalhador, como medir o resultado, quais as práticas nocivas para a imagem do trabalhador e da empresa são alguns dos assuntos abordados no livro.

O TRABALHO REMOTO É PRA TODOS?

Bem, eu diria que sim. Não gosto de dizer que é pra tal tipo de pessoa. Ninguém nasce sabendo nada..vamos aprendendo e nos adaptando ao longo da vida.

Basicamente temos dois tipos de trabalho remoto. São eles:

1) Você faz parte de uma empresa e portanto tem um salário fixo, uma certa rotina, talvez um encontro semanal ou mensal nas dependências físicas da empresa, tem suas férias pagas e, de uma certa forma, trabalha em equipe mesmo que remotamente.

2) Você não trabalha para uma empresa e sim faz trabalho de freelance (freela), como professor online, desenvolve websites e programas, faz traduções, escreve artigos, faz consultoria e etc.. sem supervisão de nenhum chefe.

Para trabalhar bem remotamente, coloco a grosso modo, 3 características que o/a ajudarão bastante. São elas:

1) Adaptar-se rapidamente – Parece estranho, mas não é. O ritmo de trabalhar para uma empresa e em uma empresa é bem diferente de trabalhar em casa ou de qualquer outro local remotamente.

2) Organize-se – Imperativo. Lembre que você não terá ninguém ao seu lado cobrando algo de trabalho. Terá apenas uma data limite de entrega e, se não cuidar, seu prazo vai por água abaixo.

3) Motive-se – Nem tudo é maravilhas. Como trabalhador remoto e principalmente autônomo, você ouvirá vários “nãos” também. Mantenha-se motivado sempre!

Para ajudar você na produtividade de seu trabalho remoto, FUIPORAÍBLOG criou um ebook onde traz técnicas para você focar no seu trabalho e, como consequência, ter maior produtividade e resultados. Veja mais aqui

Produtividade no trabalho

Veja a sequência do post trabalho remoto parte II, escrevo sobre onde encontrar trabalho remoto e sua ligação também com nomadismo digital.

Você poderá gostar deste post também:

TRABALHO REMOTO X NOMADISMO DIGITAL

ESPAÇOS COLABORATIVOS PARA QUEM VIAJA PELO BRASIL

Sem comentários ainda

Deixe uma resposta