Trabalho remoto X nomadismo – Diferenças

Por
diferença entre trabalho remoto e nomade digital

Você sabe a diferença entre trabalho remoto e nomadismo digital?

Provavelmente já tenha ouvido falar sim e muitas vezes esses dois termos são usados como sinônimos, o que não é verdade.

Neste post vamos ver o que é cada um deles, suas características e diferenças.

TRABALHO REMOTO

Com a pandemia ele tornou-se mais comum, embora tal prática não seja novidade alguma para os representantes de vendas, por exemplo.

O trabalho remoto é uma modalidade que permite que o profissional exerça suas atividades fora da empresa. Seja ele (a) um colaborador (a) ou freelance.

Hoje, com a facilidade tecnológica que temos, fazer um trabalho a distância tornou-se muito mais fácil e economicamente bem mais viável. Seja usando escritórios compartilhados ou home office.

NOMADISMO DIGITAL

É um tipo de atuação ou estilo de vida no qual o profissional aproveita as vantagens da tecnologia e trabalho remoto para viajar pelo seu estado, país, mundo sem causar problemas ao seu trabalho.

De tempos em tempos esse profissional muda de cidade, estado ou país onde pode encontrar um coworking ou uma moradia com uma conexão de internet e fazer seu trabalho. Quem determina o lugar de onde vai atuar é a própria pessoa, de acordo com seus gostos, preferências e, obviamente, bolso.

TRABALHADOR REMOTO X NÔMADE DIGITAL

Todo nômade digital é um trabalhador remoto, mas nem todo trabalhador remoto é um nômade digital. Vamos entender melhor:

1) Os nômades digitais precisam e tem flexibilidade de ir e vir quando bem entender, já os trabalhadores remotos, se trabalham para alguma empresa a qual pede reunião presencial mensal ou semanal, não.

2) A empresa pode exigir o cumprimento das atividades em um determinado período do dia dos trabalhadores remotos, o que não daria certo para um nômade digital , o qual quer e tem total flexibilidade do seu horário e, se estiver em outro país, a questão fuso horário.

3) O nomadismo requer um espírito mais aventureiro e aceitação maior de riscos. Ao mesmo tempo, ele exige que a pessoa seja organizada e saiba lidar com imprevistos. Já o trabalhador remoto Precisa ser responsável e ter um certo nível de autogestão, mas está mais disponíveis para questões do cotidiano da empresa.

4) Os trabalhador remoto, de uma forma geral, podem atuar em quase todas as áreas da empresa. Já o nômade não deve exercer atividades que estejam atreladas às ações presenciais ou em horários determinados.

É mais indicado para um nômade digital que atue nas áreas de consultoria, produção de conteúdo, cursos e aulas online e desenvolvimento de sites, por exemplo.

Em ambos os casos, tanto nômade quanto trabalhador remoto uma coisa em comum devem ter. Organização e produtividade. Veja aqui como aumentar sua produtividade no trabalho com técnicas infalíveis. Ebook criado por FUIPORAÍBLOG para ajudar você na sua jornada e organização.

Produtividade no trabalho

Próximo post vamos falar mais sobre trabalho remoto.

Sem comentários ainda

Deixe uma resposta