Buenos Aires lado B – Conheça o bairro Barracas

Barracas Buenos Aires o que ver e fazer

Por que lado B? Porque é uma parte da cidade que turista raramente, ou nunca vai, infelizmente.

Uma das inúmeras coisas que gosto em Buenos Aires é o fato que, sem sair da cidade, você tem várias dentro dela mesma.

Explico: Quem esta acostumado com bairros como Recoleta, Palermo e vai para outros bairros, parece outra cidade ou seja, outra cultura, outro ritmo, outros costumes, outra foma de agir e isso me gusta!

Sinto isso em cidades como São Paulo e Porto Alegre também.

Esquecendo um pouco de Calle Florida, Recoleta, Obelisco, Puerto Madero que são 2000% turísticos, vou falar um pouco sobre o “outro lado da moeda”. O bairro Barracas.

Localizado no extremo sul da cidade, vizinho ao famoso bairro La Boca e San telmo, conheci por intermédio de um amigo que mora nele, mas conheci pouco, pois era noite e saímos para pizza. De cara gostei do clima “porteño / pouco turistíco” do bairro e resolvi voltar durante o dia para explorar mais. Boa escolha!

Quem me conhece sabe que fico o mínimo possível em locais e bairros turísticos. Não gosto. Quero conhecer cultura, comida e pessoas locais. Não turistas. Barracas foi perfeito.

Clima porteño, pessoas porteñas, costumes porteños e comida porteña. Longas caminhadas, descobertas..

Coloco nesse post alguns locais para visitar pelo bairro, se você também tem interesse em sair do lado turístico da cidade.

1 – HISTÓRIA

Durante o século passado foi o lugar escolhido pelas famílias mais poderosas da República Argentina para instalar suas luxuosas residências, grandes casas de campo e casas de veraneio.

A implacável epidemia de febre amarela os obrigou a abandonar suas propriedades, para se estabelecer em outros lugares mais distantes da Cidade. Algum tempo depois, chegaram imigrantes da Itália e de outras capitais europeias, e a realidade se transformou em um bairro de trabalhadores com o qual alcançou certo nível de prosperidade, intensa atividade manufatureira, mercados, etc. Enquanto isso, em meados deste século Barracas começou a declinar, numerosos empreendimentos manufatureiros baixaram as cortinas, e a Rodovia varreu vários edifícios e duas praças …

De uns anos para cá, Barracas cresceu e bastante, dando uma personalidade toda única ao bairro.

2 – O QUE FAZER / VER
2.1. BARRACAS CENTRAL LOFTS

Uma fábrica antiga foi completamente remodelada, preservando a parte externa, para abrigar hoje um edifício com lofts . Vale visitar para ver a suntuosidade do empreendimento.

Endereço: Algarrobo 1041, Barracas

2.2. IGREJA SANTA FELICITAS

A igreja foi erguida em homenagem a uma mulher bonita e bem independente para a época. Chamava-se Felicitas Guerrero. Casou-se em 1862, aos 16 anos, com um homem bem mais velho e rico, casamento arranjado pelas duas famílias. Em 1869 fica grávida, mas perde o filho para epidemia de febre amarela. Próximo ano o marido também morre tornando Felicitas a mulher mais rica e cobiçada da Argentina. Em 30 de janeiro de 1872, Felicitas é assassinada pelo então apaixonado Enrique Ocampo.

A igreja foi construída no terreno onde pertenceu a família. O estilo arquitetônico da igreja inspira-se no ecleticismo alemão de meados do século XIX, com elementos românticos e renascentistas. É considerado o prédio de influência alemã mais importante da Argentina e o principal fora da Alemanha.

Endereço: rua Isabel La Católica 520 – Barracas

2.3. CENTRO METROPOLITANO DE DESIGN

No antigo Mercado do Peixe, funciona hoje um centro de design onde há exposições, cursos e workshops. FACEBOOK

Endereço: Algarrobo, 1041

Foto: Facebook
2.4. BARRACAS OUTLETS

Uma alternativa ao bairro Villa Crespo para compras, são os outlets de Barracas. Os principais outlets foram se concentrando no térreo do colorido complexo Central Park, incluindo uma Nike Factory Store. O prédio ocupa todo o quarteirão delimitado pelas ruas Iriarte, Herrera, California e Vieytes, e também aluga escritórios, depósitos e oficinas para artistas. Nas proximidades do Central Park existem mais outlets, principalmente de marcas argentinas.

Alguns outlets:

– Moda feminina e masculina: Lacoste (Herrera 1966), Levi’s (California 1902), Rochas (Herrera 1661), Wrangler (Herrera 1833).

– Tênis e esportes: Nike (California 2098), Puma (California 2094), Topper, Mizuno (California 1936), Billabong (Herrera 1863), Salomon, Wilson (Av. Montes de Oca 1551)

2.5. MUSEU DOS TÚNEIS DE SANTA FELICITAS

Espaço cultural de 1500 m2, em dois níveis. Ao nível da cave encontra-se o Museu dos Túneis, 1000 m2 com 11 salas de exposição. No primeiro andar fica o Templo Escondido, de 500 m2, utilizado para eventos e confraternizações musicais. O museu divide o prédio com uma instituição educacional e regula os horários de acesso para não interferir no uso da escola. Está aberto ao público no último fim de semana de cada mês. Nos dias de semana, há visitas às escolas. Horários e visitas devem estar alteradas devido à pandemia. Veja na página do SITE

Endereço: Pinzòn 1480 – Barracas

2.6. PLAZA COLOMBIA

Localizada em frente à Igreja Santa Felicitas.

A atual Plaza Colombia é o local da Quinta de Álzaga, onde Felicitas Guerrero foi assassinado em 1872. Há uma escultura central de JC Vergottini. Ainda existe parte da passagem soterrada que ligava aos túneis atrás da igreja.

2.7. PASAJE LANIN

Uma rua de três quarteirões de casas decoradas e coloridas com a técnica “trencadis” que consiste em cobrir superfícies curvas com pedaços de cerâmica coloridos, tipo mosaico. Mesma técnica usada por Gaudí.

3.0. ONDE COMER / POLO GASTRONÔMICO DE BARRACAS

Como todo Buenos Aires, Barracas também é um local de ótima comida. No bairro você encontra desde os estilos bem mais porteños, onde a comida é muito mais importante do que os pratos e copos ou se saiu com avaliação boa no TripAdvisor, aos mais turísticos e requintados. A escolha é sua.

Vou começar pelos mais porteños. Mais simples, não turísticos para você sentir bem o clima sul de Buenos Aires. É a gastronomia dos principais imigrantes, espanhóis e italianos. São sabores que nos transportam numa mordida ao passado.

3,1, LOS LAURELES

Inaugurado em 1893, foi o ponto de encontro de personalidades da época: o cantor de tango Enrique Cadícamo, o pintor Benito Quinquela Martín.

Os pratos principais são: Arroz com lula, polenta à bolonhesa, supremo à Kiev. Também há cabras uruguaias e picadas para acompanhar um Fernet com Coca.

Endereço: Av. Iriarte 2290 – Barracas

3.2. EL PROGRESO

Está no mercado desde 1942 e ganhou o título de notável bar. Local mágico para sentar e filosofar com os amigos ou sonhar olhando pela janela. Torneira de cisne, sifões e placas esmaltadas. Barra de madeira com espelhos de diamante, lancheira no balcão e toldos de metal. Pequeno museu de objetos do passado e fotos de pessoas famosas que o visitaram. Muito procurado como locação de filme.

Servem minutas, milanesas, café, chá, omelete e mil outras coisas…SITE

Endereço: Av. Montes de Oca 1702

3.3. EL PUENTECITO

A um passo do rio Riachuelo, abriu em 1800 como uma mercearia e foi se transformando junto com o bairro. Hoje é um bolichón com comidas como as rãs provençais ou os caracóis Bordalesa (salteados com tomate, alho e bacon), milanesas, frangos, carnes..

Endereço: Pedro de Lujan, 2101 – Barracas

Os mais badalados que viraram área do polo gastronômico de Barracas:

3.4. CLUB SOCIAL DELUXE

Têm duas especialidades gastronómicas, a francesa e a americana, uma boa alternativa para ir com as crianças, pois vão adorar hambúrgueres e batatas enquanto os adultos degustam um prato mais Haute Cuisine

Endereço: Av. Caseros 442 – Barracas

3.5. LA POPULAR

Tem comida variada , pratos fartos em ambiente antigo de ex clube de bairro com bandeiras e pebolim.

Endereço: Av. Caseros 500 – Barracas

Já conhecia o bairro Barracas? o que achou?

Você poderá gostar de:

AS 10 MELHORES PIZZARIAS DE BUENOS AIRES

7 HISTÓRIAS ASSUSTADORAS DE BUENOS AIRES

O QUE FAZER EM LA BOCA BUENOS AIRES

Gostou do post? Compartilhe!

Deixe seu comentário

error: Conteúdo protegido !!
Rolar para cima