Conheça o bairro Santa Cecília em São Paulo

Conheça o bairro Santa Cecíli em São Paulo

Localizado na área central da cidade, às vezes passa desapercebido, o que é uma pena.

Neste post vamos ver a localização do bairro, um pouco da história e o que fazer.

Clube de membros fuiporaiblog

1 – LOCALIZAÇÃO

Vizinho de Campos Elíseos, Barra Funda e Higienópolis, é um bairro central e dizem até que o tal Shopping Higienopolis pertence ao bairro e nao a Higienópolis.

Quem mora na Santa Cecília, provavelmente é feliz e sabe disso. A área caiu no gosto de um público jovem e criativo nos últimos anos, sem perder de vista os moradores mais antigos, que acompanharam todas as transformações do lugar. Por isso, há um encontro de gerações na Santa Cecília – e essa é uma das coisas que dá charme ao bairro. Mas nem so de flores vive o bairro. Bem alí próximo está a cracolândia portanto, algum cuidado em andar por ele é necessário.

A região é atendida por duas estações de metrô, Santa Cecília e Marechal Deodoro, e diversas linhas de ônibus. Com saídas para as Avenidas Angélica, São João e Pacaembu, assim como para a Rua da Consolação, o bairro é central e tem fácil acesso a outras áreas da cidade.

2 – HISTÓRIA

Como a maior parte dos bairros de São Paulo, a Santa Cecília já foi uma região dividida em chácaras. A história do bairro começou em 1860, quando moradores pediram licença à prefeitura para construir um templo a Santa Cecília.

A igreja possui obras do pintor Benedito Calixto e de Oscar Pereira dos Santos. Ela conserva também um dos sinos que anunciaram a Independência.

Santa Cecília nasceu no princípio do século III em uma das mais gloriosas e ilustres famílias de Roma, conhecida por Gens Cecília, cuja linhagem provém do tempo da República. São desconhecidos os nomes de seus pais, que se julga tenham sido cristãos.

A Santa romana era uma jovem nobre que assistia todos os dias às missas rezadas pelo papa Urbano nas catacumbas da via Ápia. Conta uma lenda que no dia de seu casamento, enquanto ouvia a música , Cecília cantava a Deus em seu coração. De noite, ao chegar em casa, Cecília contou ao marido que ele não poderia toca-la, pois era protegida de um anjo que haveria de protegê-lo também.

Seu marido então se converteu. A santa e sua família foram presas e mortas por serem cristãs. Diz-se que quando foi decapitada, sua cabeça não caiu. Sobreviveu três dias, professando em silêncio sua fé.

A Santa é considerada a padroeira da música, e é comemorada no dia 22 de novembro, dia da música. Além de padroeira da igreja, Santa Cecília é também padroeira dos músicos.

Fonte: 450 Bairros São Paulo 450 Anos – SENAC

3 – O QUE FAZER

Com ruas arborizadas, o bairro favorece quem gosta de andar a pé. É possível encontrar tudo o que precisa a uma caminhada de distância – inclusive o shopping Pátio Higienópolis. Quem tem pet pode levar o amigo de quatro patas ao Parque Buenos Aires ou à Praça Rotary, já que ambos possuem área exclusiva para animais de estimação.

O comércio no bairro é variado, com feira livre no Largo da Santa Cecília aos domingos. Inclusive, pode ser feito um programa duplo nesse dia, com caminhada ou corrida no Elevado Presidente João Goulart, conhecido como Minhocão, seguida de pastel ou tapioca com caldo-de-cana na feira.

Seguindo a linha de Pinheiros, a Santa Cecília vem se tornando um polo gastronômico na capital paulista. Há bares e restaurantes na Santa Cecília para todas as refeições do dia. No café da manhã, uma parada no ZUD Café vai bem. Além da oferta de ótimas bebidas quentes, sanduíches, bolos e cookies, o local é pet friendly, perfeito para passar uma manhã preguiçosa ao lado do seu cachorro. 

Mirandês, a culinária portuguesa é protagonista e é possível comer um bom bacalhau e outros frutos do mar.

Agora, se está com vontade de provar um prato bem brasileiro, deve provar os que saem da cozinha do Sotero Cozinha Original. Acarajé, moqueca e escondidinho são algumas das opções no cardápio do restaurante.

Procura hambúrguer, fritas e cervejas artesanais? O bar Kaia e a Cervejaria Central são os endereços certos na região da Santa Cecília. Se a vontade de comer pizza falar mais alto, vale caminhar até a Divina Increnca ou a pizzaria Veridiana.

Conhecido como maior quilombo urbano de São Paulo, o Aparelha é um centro cultural dedicado a enaltecer e preservar a cultura africana. 

Localizado no número 78 da Rua Apa, a mesma rua do famoso castelinho, o espaço recebe rodas de música, rodas de conversa, shows, peças teatrais, mostras de filmes dentre outras expressões culturais. Outro ponto alto é a culinária, que frequentemente oferece pratos africanos. 

Se você gosta de livros e é um entusiasta da literatura independente, essa banca é para você! Caso nunca tenha lido um livro independente, pode ser a hora de começar! A Banca Tatuí é um espaço de publicações independentes criada pela editora Lote 42. 

Lá é possível encontrar publicações dos mais diversos gêneros, temas e editoras do país. O acabamento dos livros é um espetáculo à parte! Quadrados, retangulares, encadernados ou não, com vários tipos de papéis… 

A santa Cecília é um dos locais da região do centro com a maior concentração de brechós que existe. Assim, disposição para bater perna e garimpar é tudo o que você precisa ter. 

Só para você se localizar, desce na Estação Marechal Deodoro e segue sentido centro. Tem brechó na Avenida São João (Vários), Rua das Palmeiras, Rua Barão de Tatuí dentre muitas outras. Mas se seguir reto a São João, vai encontrar, pelo menos, uns cinco.

Para comer ouvindo boa música. Em julho de 2014, surgiu nas imediações o Conceição Discos, que é uma mistura de café, restaurante e loja de vinis. Os clientes podem ouvir discos abertos, que também estão à venda. 

Outra dica é você percorrer a pé a rua Canuto do Val onde encontrará vários bares, brechós e estabelecimentos comerciais.

O Bar Moela é outro point de muito movimento, seja de dia ou à noite. Localizado na esquina das ruas Canuto do Val e Fortunado. Ideal para quem gosta de um bar raíz e sem frescura.

A especialidade é a comida de boteco, sendo que a moela é um dos ingredientes presentes na maioria dos petiscos.

A Casa Jardim Secreto está na rua Fortunato e é um espaço de criação manual, colaborativo e sustentável, com 70 marcas autorais. Toda semana tem marcas diferentes apresentando suas criações, além de oficinas, cursos, exposições e pequenos eventos…

Fábrica de Camisetas El Cabriton é vizinha da Casa Jardim Secreto, na rua Fortunato, 121. Os produtos oferecidos, além das camisetas, há bonés, lenços, cheveiros, carteiras e moda infantil tb. Você pode fazer compras na loja online também.

Claro que Santa Cecília tem muito mais a oferecer. Conhece mais algum local legal?

Escreva nos comentários.

4 – PASSEIOS POR SÃO PAULO

5 – LINKS

Você também poderá gostar de:

VILA MARIA ZELIA

VILA ITORORÓ – LOCAL ÚNICO EM SP

CONHEÇA O MERCADO DA LAPA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 2 =

error: Oops. Conteúdo protegido !!
Rolar para cima
Rolar para cima