O que fazer em Ribeirão da Ilha – Florianópolis

O que fazer em Ribeirão da Ilha

Pequenas praias com águas calmas e areia grossa. Na orla do centrinho da antiga freguesia e ao redor da praça da igreja, a arquitetura dos séculos XVIII e XIX é preservada. Com o desenvolvimento, veio a expansão do setor gastronômico e turístico. O Ribeirão da Ilha é a segunda colônia a se desenvolver na antiga vila de Desterro, atual Florianópolis.

Atualmente, por conta do cultivo de moluscos nas águas do Ribeirão da Ilha, o setor gastronômico se desenvolveu e se tornou mais um atrativo da região. Restaurantes de tradição familiar servem frutos do mar de boa qualidade. São frescos e os pratos fartos, fazendo do Ribeirão uma referência nacional neste tipo de gastronomia.

A ideia que se tem quando chegamos ao centro de Ribeirão da Ilha é que estamos numa cidade do interior e que nem parece Florianópolis do centro ou praias do norte.

HISTÓRIA:

Alguns autores contam que cinquenta casais estabeleceram-se no Ribeirão da Ilha. Os principais povos que contribuíram para a colonização vieram das ilhas do Arquipélago dos Açores (Faial, das Flores, Graciosa, Santa Maria, São Jorge, São Miguel, Pico e Terceira). Depois, portugueses migrados da Península Ibérica (Braga, Coimbra, Évora, Lisboa, Guimarães, Vianna, Vizeu). Também há registros de madeirenses, canários, espanhóis, alemães e populações negras, trazidas para trabalhar nas lavouras e na pesca de baleias.

O QUE VER EM RIBEIRÃO DA ILHA

1) A Freguesia do Ribeirão da Ilha com seu casario estilo colonial português. Sua população é simples e ainda preserva a herança dos antepassados açorianos como a pesca, a colheita da ostra na pedra e a confecção de canoas artesanais.

Visite também o Atelier de azulejos portugueses Jesus Fernandes. Azulejos, caixas, vasos todos pintados à mão. Link

Visite as lojas de artesanato ao longo da avenida.

Andar pela orla, sentar nos inúmeros bancos para apreciar o por do sol, bater papo, jogar xadrez…

A construção da Igreja de Nossa Senhora da Lapa começou quando, em 1760, a imagem de Nossa Senhora da Lapa chegou ao Ribeirão da Ilha. Naquela época, apenas uma singela capela foi erguida para proteger a imagem. Aos poucos, ampliações na construção foram dando forma à Igreja de Nossa Senhora da Lapa, concluída em 1806.

Externamente, as características da construção do século XIX estão intactas até hoje. Isso faz com que a Igreja seja muito importante historicamente. Por dentro, muitas reformas foram feitas. O templo foi alterado e tinta cobriu pinturas de mais de cem anos que estampavam paredes e teto. Ao lado da Igreja, está localizada uma capela dedicada ao Divino Espírito Santo, que também preserva características coloniais.

ONDE COMER

Almoce no OSTRADAMUS. Melhor local para comer ostras na ilha.

Endereço: Rodovia Baldicero Filomeno 7640 – Ribeirão da Ilha

Do outro lado da rua, você encontra outro Ostradamus, mas é mais bar de vinho e petiscos e vale muito pena pela decoração também.

No Muqueca da Ilha, você encontra Muquecas, ostras frescas, pastéis de siri, em espaço com decoração regional com mesas ao ar livre à beira-mar.

Endereço: Rod. Baldicero Filomeno, 7487 – Ribeirão da Ilha

Na Freguesia você poderá tomar um café e comer doces portugueses na Delícias da Freguesia Café ou na Tens Tempo. Ambas na Av principal.

Café da Freguesia
COMO CHEGAR

Ribeirão da Ilha é uma praia interna da Baía Sul. Distante 36 Km do centro da cidade. Veja no mapa:

Um dos grandes problemas em Florianópolis é o transporte público. Demorado, confuso e, às vezes, praticamente inexistente. Do terminal urbano do centro de Florianópolis, pegar o 410, o qual leva em média 50 min para chegar ao destino. De táxi, tenho um amigo que faz um preço bem bom de ida e volta. O RAMON. Além de levar para Ribeirão, você pode negociar uns passeios pela ilha. Pode entrar em contato com ele direto via whats 48 99607-1345. Mencione o FUIPORAIBLOG para que ele dê toda assistência necessária.

Passe uma tarde em Ribeirão da Ilha. Garanto que será inesquecível. Não esqueça de voltar e contar para gente como foi nos comentários abaixo.

Ribeirão da Ilha Florianópolis

Deixe seu comentário

error: Conteúdo protegido !!
Rolar para cima