Montevidéu – O que você não conheceu e não pode perder

Montevideu desconhecida

Uma cidade que se reiventa e supera seus clássicos com propostas vanguardistas.

INTRODUÇÃO

Sempre gostei de Montevidéu e não é de hoje. Uma cidade calma, cidade que reflete aquele olhar boêmio de tradições enraizadas no olhar para o litoral, ao mesmo tempo em que aprendeu a ousar mudanças, em seu próprio ritmo.

Vamos ver alguns locais sensacionais dessa incrível cidade.

La Rambla, a Fortaleza del Cerro, o Mercado del Puerto com suas tradições seculares, o Estádio Centenário com sua história de 92 anos e a marca da primeira Copa do Mundo em suas arquibancadas, o Museu do Futebol (que preserva as camisas originais e um coleção de prefeitos especialmente dos primeiros anos de glória uruguaia), a feira Tristán Narvaja, o Parque Rodó são algumas das atrações clássicas, Montevidéu se reinventou cautelosamente como uma cidade populosa, sempre se apoiando em suas praias que homenageia em cada uma de suas frentes e com uma inteligência de design a partir da qual cresce apoiada com carinho em sua história e olha abertamente para o que está por vir.

BAIRRO CARRASCO

Bairro destinado a casas grandes de famílias abastadas e longe do barulho do epicentro da tradicional Avenida 18 de Julio, depois de um tempo de ostracismo, redescobriu a sua alma. Muitas empresas, alguns centros de serviços e particulares começaram a recuperar casas de arquitetura clássica do local , transformando suas ruas tranquilas e arborizadas em locais onde você pode encontrar pequenos luxos.

O bairro Carrasco, o mais prestigiado da cidade, cresceu ao lado do hotel Casino Carrasco, que hoje é desenvolvido pela rede Sofitel. No entorno, vários cafés,restaurantes, lojas, ruas calmas e, bem alí, o Alquimista se esconde. Um hotel de luxo com apenas 6 apartamentos. Um reduto que o convida a viver Carrasco como se estivesse em casa. São dezenas de detalhes bem uruguaios, com uma autenticidade conquistada ao longo do tempo, que fazem você se sentir confortável, perdendo a noção de ser hóspede. 

Também em Carrasco o Manzanar, com uma proposta simples e descontraída. Um antigo galpão abandonado com vista para o Hotel Carrasco, que há 12 anos abrigava um morador da antiga rede de lojas Manzanares, é o local onde as irmãs Victoria e Jimena Barbero colocam magia. 

AS RAMBLAS

Suas longas e sinuosas caminhadas têm a virtude de confrontar diferentes faces da cidade, sempre novos empreendimentos e paisagens renovadas. Embora possa parecer um clássico, sempre há reviravoltas. Você pode caminhar, parar para conehcer em uma rua do interior e penetrar nos parques que cortam cada bairro, ou pode optar por percorrê-lo de bicicleta, skate, ou patins. Por mais que você tenha percorrido o calçadão de ponta a ponta, é provável que tenha perdido alguns dos vários museus que estão localizados ao longo dele. Apenas alguns, para começar a seduzi-lo em sua próxima viagem: o Museu do Carnaval, o Museu Zorrilla ou o Museu Oceanográfico.

BUCEO

Enquanto a cidade se estende em direção a Carrasco, ganhando novos espaços, entre Carrasco e Pocitos, surge Buceo com seu emblemático edifício do Iate Clube Uruguaio . Um quebra-mar oferece uma vista formidável da marina. A poucos passos dali, vale a pena visitar as peixarias características da área que são o epicentro das compras frescas aos fins-de-semana. Ao lado fica um skate park, destino dos mais novos. A partir daí, sair em um veleiro pode ser uma experiência tremenda que permite vislumbrar a paisagem de uma cidade que cuida do que foi e está animada com o futuro.

CENTRO HISTÓRICO

Um lugar secreto e imperdível é La Farmacia , com toda a estética de uma loja antiga, mas assim que você entra e ignora as garrafas do boticário, o café abre. Era uma vez a Farmácia Deli.

Continuando com a linha gastronômica, uma tendência em Montevidéu é a do brunch. Os sábados no “ El Popu  para amigos, Club Natural y Popular nome oficial, são míticos. Além da gastronomia, há aulas de meditação, ioga e sempre uma feira para mostrar alguns artesanatos locais. Por sua vez, no Sometimes Sunday Café , na Cidade Velha. A estrela? Ovos na torrada: uma torrada à base de fermento com hummus de grão de bico e açafrão, dois ovos escalfados e uma salada de folhas verdes.

CORDÓN

Para comprar e experimentar o que há de novo é o bairro mais badalado da cidade: Cordón Soho. Aí se esconde o local que combina as opções para acalmar a alma e o estômago. Escaramuza é uma livraria-café localizada em Pablo de María e Charrúa com o encanto de um recanto secreto e de boa comida..

Pela área também, encontra-se o Mercado Ferrando, uma antiga fábrica de móveis que oferece gastronomia, livraria e eventos.

São vários os bares pela região. Você poderá dar uma olhada no mapa abaixo:

Foto: El Observador

Esses são apenas alguns dos lugares pela belíssima cidade de Montevidéu.

CLUBE DE MEMBROS

Clube de membros fuiporaiblog

PASSEIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

84 − 80 =

Rolar para cima
Rolar para cima