Aplicativo marca refeições com desconhecidos

Carlos Roberto Santana, Evelyn Uriel e Nicolas Broussain são publicitários e nunca tinham se visto nem conversado, até marcarem um happy hour juntos na última quarta-feira, 26. Eles se encontraram no restaurante de um hotel no Jardim Paulista, beberam uma caipirinha cada – cortesia da casa -, comeram, conversaram, beberam mais caipirinhas.

Além da publicidade, tinham outro interesse em comum: conhecer gente nova.

Os três são usuários do aplicativo Crushing Table, que permite encontrar companhia para uma refeição. “Eu tinha a vontade de ter um aplicativo que viabilizasse encontros sem ter a conotação de ‘match’, porque isso me incomoda profundamente, apesar de respeitar e ter vários amigos felicíssimos em relacionamentos que surgiram desses apps”, explica Marília Duque, idealizadora do projeto.

Quem baixa o aplicativo pode fazer um cadastro com foto, nome, idade e interesses. Se estiver sem companhia para uma refeição, pode procurar mesas ‘abertas’ em restaurantes. O próprio estabelecimento pode reservar alguns lugares para usuários do aplicativo.

Também existe a possibilidade de o próprio usuário ‘abrir’ uma mesa. Ela fica disponível para quem quiser participar. “Às vezes você só quer trocar uma ideia, não quer ‘pegação'”, diz Evelyn. Ela tem 33 anos, está num relacionamento e já abriu várias mesas para encontrar amigos ou conversar com gente diferente.

Marília defende que o aplicativo garante 100% de satisfação. “A nossa promessa é que você vai dividir uma mesa com pessoas que você não conhece,  vai ter a oportunidade de conhecer gente nova. E isso a gente sempre vai entregar”, diz. “Vai ser sempre legal? Acho difícil. Mas a experiência de você se abrir para conhecer alguém novo sem compromisso é muito interessante.”

__________

Organize sua viagem com FUIPORAIBLOG.  Compre passagens, alugue um carro, encontre hospedagem, faça passeios. Clique na imagem abaixo:

__________

Estabelecimentos. Enquanto os usuários se divertem, os restaurantes e bares também saem ganhando. “Ao invés de ter quatro pessoas sozinhas em mesas separadas, são quatro juntas em uma única mesa. Além disso, elas normalmente vão ficar mais tempo, consumir mais, ficar mais à vontade”, afirma Marília. Os estabelecimentos que abrem mesas precisam oferecer uma contrapartida para os clientes do app, como um desconto, brinde ou menu especial.

Os restaurantes podem fazer uma ‘assinatura mensal’ para ter direito a abrir um número específico de mesas por mês. Marília diz que, com as parcerias, será mais fácil manter o aplicativo gratuito para os usuários.

Para baixar o aplicativo, clique aqui

Texto original de : O Estadão. 28/10/2016

Cadastre-se no blog e receba atualizações:

Erro: Formulário de contato não encontrado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ 79 = 86

Rolar para cima
Rolar para cima