Encanto e mistério nas Catacumbas de Palermo

Por
encanto e misterios nas catumbas de palermo

As Catacumbas dos Capuchinhos de Palermo são, sem dúvida, um lugar particular.

Elas representam um dos atrativos da capital e recebem um grande número de visitantes. São misteriosas e sombrias, macabras e fascinantes, históricas e únicas.

Surgiram como túmulos dos monges do convento e o seu desenvolvimento atual pode ser definido como fruto do acaso . Em 1534 os Frades Capuchinhos instalaram-se em Palermo , na igreja de Santa Maria della Pace. Eles criaram um  cemitério no qual enterravam os irmãos, cavando uma vala comum que se abriu sob o altar de Sant’Anna. Os corpos iam para cova, enrolados em um lençol. Logo a cova se tornou insuficiente e, em 1597, os Frades equiparam-se com um cemitério maior.

Assim começaram as escavações das Catacumbas de Palermo e dizem que também foi utilizado um sistema de cavernas antigas . Quando os Frades removeram os restos mortais daqueles que foram enterrados na primeira cova, eles perceberam que 45 corpos permaneceram praticamente intactos. Naturalmente , ocorreu um processo de mumificação . Esse fato foi interpretado como um sinal de benevolência celestial e decidiu-se não enterrar os corpos, mas expô-los de pé, dentro dos nichos colocados ao redor das paredes do primeiro corredor das Catacumbas. O primeiro corpo alojado no cemitério subterrâneo foi o de Frei Silvestro da Gubbio: era 16 de outubro de 1599.

Quando foi descoberto que 45 corpos haviam se tornado naturalmente mumificados, o convento ganhou fama e passou a receber mais e mais cadáveres. Em 1783, os frades decidiram conceder o sepultamento a todos aqueles que pudessem arcar com os custos do embalsamamento. As Catacumbas dos Capuchinhos de Palermo expandiram-se com novos corredores, criando um evocativo ” Museu da Morte” Do século XVII ao XIX.

O termo ” múmia ” refere-se ao cadáver que foi preservado após a morte para não se decompor. Deve ter alguns de seus tecidos moles, como pele, cabelo e músculos. A maioria dos corpos presentes nas Catacumbas de Palermo passou por um processo de mumificação natural. É uma transformação do corpo baseada na desidratação. Ao perder fluidos, o crescimento bacteriano e conseqüentemente o processo de apodrecimento são interrompidos. Os Frades Capuchinhos, após a descoberta dos 45 cadáveres intactos, aperfeiçoaram a técnica. Eles carregaram os corpos para o ” coador“, Onde retiravam os órgãos internos, substituindo-os por palha ou louro. Os corpos permaneceram fechados em salas subterrâneas, deitados horizontalmente sobre estruturas de drenagem. Em seguida, foram colocados no ar e lavados com vinagre, depois vestidos e colocados no nicho. Em alguns períodos, banhos de arsênico foram adicionados para lidar com epidemias. A mumificação artificial era usada apenas ocasionalmente .

Se você tem problemas com o fato de ver esqueletos, um ambiente meio sombrio, melhor não visitar.

Visite o site das catacumbas onde você encontrará mais informações.

Endereço: Piazza Cappuccini, 1. Palermo – Sicília

Para locais legais para ficar pela cidade, aconselho os bairros Calatafimi, Albergheria, Centro Histórico, Monte de Pietá, Castellamare, Politeama e, para uma experiência mais com locais, o bairro Borgo Veccio. Escolha sua opção de acomodação clicando abaixo.

Gostou do post? Compartilhe com amigos.

.

Sem comentários ainda

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code