8 bairros “subestimados” de Lisboa para você conhecer

Alfama, Bairro Alto, Chiado e outros bairros  históricos de Lisboa são famosos por razões óbvias, mas não são os únicos que valem a pena visitar. 

Embora a visita aos famosos marcos de Lisboa seja altamente recomendada, reserve um tempo para explorar também os não turísticos se você quer conhecer um pouco sobre o povo português e a autêntica Lisboa.

1) ODIVELAS:

Odivelas é a última parada na linha amarela do metrô e uma boa razão para ir mais longe do que Saldanha. Este é um bairro popular para os moradores locais que querem estar perto o suficiente do centro, mas preferem um custo de vida mais manejável. É também onde os visitantes encontrarão patrimônio histórico e museus, sendo o mais importante o Mosteiro de São Dinis de Odivelas, onde o sexto rei de Portugal está enterrado.Foi construído no século XIV e apresenta diferentes estilos arquitetônicos, incluindo barroco, gótico e manuelino . Em Odivelas, os visitantes também encontrarão o jardim botânico que remonta ao século XVIII e um museu de moda que apresenta séculos de mudanças nas tendências em Portugal.

odivelas Lisboa

2) PARQUE DAS NAÇÕES

Apesar do contemporâneo Parque das Nações de Lisboa ser conhecido como uma bela parte da cidade com um excelente calçadão à beira do rio para corrida / caminhada, ainda é muitas vezes ignorado pelos visitantes. Como se pode ver em Lisboa, este bairro foi construído a partir de uma parte abandonada da cidade. Belos edifícios, incluindo a Gare do Oriente (a principal estação ferroviária / rodoviária que liga Lisboa a outras partes) do país e do exterior), um grande número de restaurantes, um  shopping center e o Oceanário de Lisboa (o maior da Europa) são apenas algumas das razões para visitar .

Parque das Nações

3) AVENIDAS NOVAS

Falando de novos bairros, é impossível esquecer as Avenidas Novas. Lindas mansões e edifícios Art Nouveau alinham as avenidas que começam no Parque Eduardo e seguem para o norte, acabando por envolver o Campo Pequeno. Além do verdejante Parque Eduardo, o Avenidas Novas é o local onde se encontra o mundialmente famoso Museu Gulbenkian, casas históricas que foram convertidas em museus e a praça de touros e centro comercial Campo Pequeno. Caminhe pela Avenida Roma se você gosta de comprar; há livrarias, butiques de roupas femininas, lojas de criativos e lojas de sapatos. Os apreciadores de comida apreciarão a variedade de restaurantes e cafés, desde estabelecimentos de frango assado econômicos até sofisticados restaurantes de frutos do mar e as sempre presentes tascas locais. É também onde você encontrará muitas sugestões de  pastelarias , como Mexicana e Pastelaria Versailles . Outra vantagem é a estação de trem Roma-Areeiro; não só irá ligá-lo a outros bairros desta lista, como também irá diretamente para Sintra.

Avenidas Novas Lisboa

4) ESTRELA

Uma área mais pequena e mais calma de Lisboa, repleta de uma arquitetura impressionante, é a Estrela, espalhada por uma das famosas colinas da cidade. No coração do bairro fica o Jardim da Estrela, um belo espaço verde onde famílias locais gostam de planejar piqueniques e a cidade organiza eventos gratuitos como o Festival OutJazz . Estrela é também o lar de um dos monumentos neoclássicos de Lisboa, a Basílica da Estrela do século XVIII (é uma das paradas elétrico / bonde 28).

Estrela Lsboa

5) INTENDENTE/ ANJOS

Facilmente uma das áreas mais diversificadas e interessantes para ir quando você está com fome em Lisboa é a área do Intendente / Anjos, localizada ao norte de Martim Moniz. Há os restaurantes tradicionais portugueses, alguns são jóias para encontrar frutos do mar frescos, e há uma variedade de pontos internacionais, como casas do Oriente Médio Doner Kebab, restaurantes de sushi e restaurantes indianos. Artistas e hipsters também são atraídos por essas ruas, muitas vezes encontrando fachadas de azulejos coloridos , música ao vivo e grupos de troca de idiomas / encontros na Casa Independente.

Largo intendente

6) CAMPO DE OURIQUE

Depois do Mercado da Ribeira, o segundo maior mercado de alimentos é o Mercado de Campo de Ourique e, como o primeiro atrai expatriados e turistas, o segundo atrai moradores locais e mais residentes internacionais de longo prazo. As barracas de comida cobrem tudo, desde vinhos portugueses, queijos e charcutaria a cozinhas internacionais, como sushi e pizza. Ao virar da esquina do mercado, encontrará alguns dos melhores pastéis de nata em Lisboa na premiada Pastelaria Aloma do bairro.

Mercado Campo de Ourique

7) SANTOS

Há mais na vida noturna de Lisboa além do Bairro Alto, do Príncipe Real e no Cais do Sodré; Santos é outra escolha popular para jantar fora e beber. É também uma área conhecida por atrair artistas, designers e arquitetos . De frente para o rio, fica a uma curta caminhada de 5 minutos do Cais do Sodré e à saída da linha de trem que segue em direção a Cascais.

Santos lisboa

8) AJUDA

Ajuda é um bairro localizado tão perto de Belém que você poderia argumentar que eles são praticamente o mesmo bairro. Mas quando os visitantes se dirigem a Belém, fazem as mesmas paradas: a Torre de Belém, o Mosteiro dos Jerônimos e o Padrão dos Descobrimentos, para citar alguns. Muitas vezes perdem-se os magníficos jardins, como o Jardim Tropical e o Jardim Botânico da Ajuda, e o Palácio da Ajuda, datado do século XVIII.

Pronto (a) para conhecer esses bairros na sua próxima ida a Lisboa?

PASSEIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

56 + = 59

Rolar para cima
Rolar para cima