Não apenas vá para lá. Viva lá – AIRBNB – Cuidados

Por

 

AIRBNB

Bem, Criei esse post para as pessoas que gostam de sentir-se em casa… LITERALMENTE.

Eu, sendo  inimigo número um de hotéis, tanto pela impessoalidade quanto  pela falta de liberdade e preço, prefiro apartamentos.

Como não tenho perfil de turista e sim viajante, comecei há 10 anos atrás a pesquisar sobre alternativas de acomodações que não me deixariam frustrado ( a princípio), que ao mesmo tempo não me colocassem em problemas e nem me deixariam com uma puta dor nas costas. Passei por alguns hotéis com ares de “estou em casa”, apart hotéis (assalto de caros), agências de aptos (comércio puro e f*%@$ o hóspede), NADA DISSO  o que eu queria.

airbnb6

Um certo final de junho, procurando um local para as férias de julho e escapar do frio tenebroso de Curitiba ( onde moro), decidi que iria passar uns dias no Rio. “Googleando” sobre agências de apartamentos por temporada – tudo caro – alguns aptos para lá de detonados e, eis que de repente, encontro o AIRBNB.

Mas o que é AIRBNB??

Resumindo bem resumido..é um site de aluguel de quartos (na casa de alguém), ou apto inteiro (de alguém).

Para conhecer mais a história do AIRBNB, clique aqui.

Quais vantagens do AIRBNB?

Liberdade para escolher o tipo de apto que você quer. Tv, cozinha, máquina de lavar (se achar necessário), com ferro de passar roupa, possibilidade de transfer e etc..

comodidades

Na própria plataforma, você pode conversar com anfitrião tirando dúvidas sobre o apto e o bairro. Eu sempre pergunto, por exemplo, se fica próximo a transporte público, supermercado etc e mais dicas do que perguntar aqui.. Tais conversas ficam ali gravadas (por escrito) na própria plataforma.

Uma outra vantagem (para mim), é que já saí da viagem  com alguns amigos novos. Os proprietários (as) dos aptos. Acho bem interessante e essa foi a proposta original do AIRBNB tb, mas que vem mudando bastante nos últimos anos ao meu ver, para puramente comercial, infelizmente.

airbnb

A chance de você tb se sentir um local é grande. Como você não está num hotel, provavelmente vá ao supermercado, esbarre em algum vizinho, ande pelo bairro, vai comer em locais onde os próprios moradores da área comem etc..“Não vá para lá. Viva lá”

Eu mesmo já vivenciei Porto Alegre (minha cidade natal), São Paulo , Rio de Janeiro, Florianópolis , Salvador, Recife, Montevidéu, Buenos Aires, Santiago do Chile, 7 da Itália desta forma e outras. Geralmente ótimo.

É tudo mil  maravilhas??

Óbvio que não. Venho usando o AIRBNB por nove anos e, neste tempo, muita coisa mudou na plataforma ao meu ver e algumas para pior como: Proprietários sem espírito inicial de AIRBNB que era conectar pessoas e  hoje alguns um tanto  comercial e sem muitas vezes o proprietário ou alguém responsável nem dar as caras. Você entra e sai via chave deixada na portaria ou no vizinho e conhece o proprietário apenas pela janelinha da foto do AIRBNB.

Como proceder para não cair em furada em alugueis AIRBNB

1) Veja em detalhes as fotos dos apartamentos e, se tiver alguma dúvida pergunte ao anfitrião. “O que tem atrás da janela fechada..a vista da janela da sala qual é? não aparece na foto.” Até uns anos atrás, um fotógrafo designado pelo AIRBNB ia nas casas e tirava as fotos para depois a plataforma dar o selo de “verificadas pelo AIRBNB”. Hoje, qualquer um tira foto mostrando apenas o que quer mostrar, não são verificadas pela plataforma e, muitas vezes, temos surpresas bem ruins. Como experiência, um apto em Buenos Aires que havia mofo por todo teto do banheiro, mas a foto mostrava apenas o chuveiro, ou um apto em Porto Alegre que qdo se abria a janela, dava-se de cara com vizinho podendo ate esticar o braço e cumprimentá-lo! Um apto na Sicília onde o chuveiro tinha duas temperaturas apenas. “congelante/ torrante”;

2) Antes de alugar leia TODOS os comentários deixados por ex hóspedes na página do apto. 3 ou 4 comentários negativos, esqueça e arrume outro. Veja também se o proprietário responde às criticas ou deixa por isso mesmo;

3) Procure comunicar-se com seu anfitrião  sempre pela plataforma. Ultimamente vejo vários anfitriões usando whatsapp após fecharem aluguel. Prefira sempre a plataforma. Mais seguro se você precisar reivindicar algo. Toda conversa fica gravada lá;

4) Leia toda descrição do apartamento e veja se não há nada nas “entrelinhas”, tipo luz paga de acordo com consumo, taxa de limpeza paga na entrada ( Isto é ilegal no AIRBNB);

5) Verifique junto so anfitrião se TUDO mencionado na descrição está em perfeita ordem de funcionamento. TV, internet, máquina de lavar, fogão etc.. Muitas vezes você chega no apto e o prometido não é cumprido. Neste caso peça ao anfitrião que providencie e entre em contato imediatamente co ma plataforma relatando o problema.

6) Mesmo que você pague o aluguel 2 meses antes de entrar, o dinheiro só cai na conta do anfitrião 24 horas depois de você estar no apartamento. Tempo hábil para que você reporte à plataforma algo de errado  e, se sentir a necessidade de sair do imóvel, será reembolsado.

7) Em hipótese alguma alugue apto com politica de cancelamento rigorosa. Você não conseguirá cancelar tão fácil. É furada!

AIRBNB é seguro?

Não menos seguro que hotéis, couchsurfing ou hostesls

Hotéis são 100% seguros? Clique aqui 

Sua vida é 100% segura??

Fica a seu critério e preferência

Outros sites de aluguéis de temporada:

 

.

2 Responses

Deixe uma resposta