Curiosidades sobre o Rio Grande do Sul

Fatos e curiosidades sobre o Rio Grande do Sul

Algumas curiosidades sobre nosso amado RS. Algumas óbvias, outras não.

Por incrível que pareça, comecei a conhecer mais meus estado após ter saído dele… 🙂

Muita coisa que não conhecia ou nem imaginava, comecei a perceber e ver em visitas e leituras, mas não quando morava lá. Talvez pela falta de tempo, ou outros interesses na época.

Mostro aqui algumas curiosidades e fatos sore o estado para você conhecer também.

TANGO À GAÚCHA

Chamava-se Casa A Eléctrica, pertencia a Silvério Leonetti e estava instalada no bairro Glória, na Av Sergipe 220, em Porto Alegre. Lá, em 1914, aconteceu a gravação do primeiro disco de tango da História. Foi em A Elétrica que se prensou e gravou “El Chamuyo”, interpretado por Francisco Canaro. Buenos Aires, na época, era uma das mais sofisticadas metrópoles da América, mas não tinha uma gravadora, mas Porto Alegre, sim.

Leonetti era um imigrante italiano, da Calábria, que s instalou em Porto Alegre e gravou tangos e sambas.

Gravação original:

NO TEMPO DOS PEDRO E PAULO

A Companhia de Polícia Pedro e Paulo nasceu em Agosto de 1955 para atender às necessidades de melhor policiamento de Porto Alegre. Baseava-se na eficiência do policiamento executado por duplas e tinha como modelo experiências semelhantes de Paris (Duas Caras), do Rio de Janeiro (Cosme e Damião) e de Londres. A Companhia foi extinta , com a antiga Guarda Civil, em 1964.

CENTENÁRIOS

O interior do Rio Grande do Sul conta com três jornais que já passaram dos cem anos e continuam em circulação. Pela ordem de antiguidade:

1/10/1882 – Gazeta de Alegrete – SITE

31/07/1887 – O Taquaryense – SITE

27/08/1890 – Diário Popular – Pelotas – SITE

NO RITMO DAS BANDAS

A década de 60 ficou marcada pelo surgimento das grandes bandas marciais de colégios de Porto Alegre e do interior, principalmente pela iniciativa dos irmão maristas e lassalistas. Eram a grande atração dos desfiles da Semana da Pátria. As mais tradicionais eram do Colégio São João, Colégio das Dores, Colégio Rosário, Julio De castilho e IPA, de Porto Alegre e o Gonzaga de Pelotas.

Foto da Banda do Colégio das Dores, meu amado colégio, nos anos 70..

Foto: doresanos70.blogspot

COMO ASSIM?

A palavra pechada, com sentido de batida ou encontro, é bem popular no RS e pouco conhecida no restante do país. Vem de pecho – peito em espanhol. Pechar significa bater de frete, de peito, ou encontrar-se. “Vamos nos pechar por aí”, o que equivale no restante do país de “nos vemos por aí”.

A FEIRA NA PRAÇA

A Feira do Livro de Porto Alegre é uma das mais caras tradições da cidade. Sua primeira edição aconteceu em 1955, fruto de uma campanha idealizada pelo jornalista Say Marques, então no Diário de Notícias. que teve a adesão das rádios Farroupilha e Difusora. A inauguração da primeira edição foi em 17 de novembro de 1955 e, desde então, acontece todos os anos no mesmo local. na Praça da Alfândega.

Foto: Gaucha ZH

O TEATRO MAIS ANTIGO

O Theatro 7 de Abril, em Pelotas, foi o primeiro do Rio Grande do Sul e um dos mais antigos em atividade no Brasil. A inauguração aconteceu em 2 de dezembro de 1833.

TRANSMISSÃO COLORIDA

A TV Difusora, Canal 10, fez a primeira transmissão a cores da TV brasileira, em 19 de fevereiro de 1972, na festa da Uva de Caxias do Sul.

Foto: Facebook TV Difusora

UM CHÁ AÍ?

A marcela é a planta medicinal símbolo do RS, segundo lei estadual de 2002.

Já sabia destas curiosidades e fatos do RS?

Adaptado de : Almanaque Gaúcho (RBS) e Gaúcha ZH.

Planejando ir ao Rio Grande do Sul? Organize sua viagem com FUIPORAIBLOG.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

88 + = 92

Rolar para cima
Rolar para cima