Um passeio pelo centro histórico de Córdoba

Um passeio pelo centro histórico de Córdoba Argentina

Córdoba é a segunda maior cidade da Argentina e com uma intensa vida cultural, noturna e gastronômica.

Neste post vamos ver um pouco da história da cidade e um passeio pelo centro histórico.

1- ONDE FICA CÓRDOBA

Cidade mais extensa da Argentina, Córdoba é a capital da província de mesmo nome, situada a 820 km da divisa com o Brasil e a 700 km da capital, Buenos Aires.

O destino fica no meio do caminho entre as cidades de Rosário e Mendoza, em uma região a noroeste do mapa, conhecida como Pampa Argentino.

2- HISTÓRIA

As origens da cidade de Córdoba remontam a quando o vice-rei do Peru, em 1571, nomeou Jerónimo Luis de Cabrera governador de Tucumán e confiou-lhe para povoar e fundar uma cidade de Salta no vale de Salta.

Cabrera desobedeceu às ordens do vice-rei e fundou a cidade de Córdoba de La Nueva Andalucía em 6 de julho de 1573, às margens do rio Suquía, em homenagem aos antepassados de sua amada esposa Dona Luisa Martel de los Ríos, nativos da cidade espanhola de mesmo nome.

Quatro anos depois, a pequena vila mudou-se algumas léguas para o oeste, o primeiro plano contemplava 70 quarteirões tendo como eixo central a atual Plaza San Martín; em torno dela estavam destinados os terrenos que ocupariam os edifícios mais importantes para o desenvolvimento da vida nos tempos coloniais: a Câmara Municipal, a Igreja Catedral e o Mercado.

3- O QUE VER NO CENTRO HISTÓRICO

3-1- PLAZA SAN MARTIN

A sua origem remonta a 1577 e foi concebida como um espaço livre ou “Praça Seca” onde se realizavam desfiles militares, cortejos e touradas.

Antigamente chamada de Plaza Mayor, nela se localizavam o Mercado, a Iglesia Mayor (hoje Catedral de Córdoba) e o Cabildo, seguindo os parâmetros urbanísticos de todas as cidades espanholas da América

3-2- CATEDRAL

Símbolo da cidade por excelência, sua construção começou em 1574 e mais de 200 anos se passaram antes da catedral ser concluída. Aqui repousam os restos mortais de Fray Mamerto Esquiú.

Endereço: Independência 80.

3-3- CABILDO

Cabildo, ou Câmara Municipal, é a sede das autoridades da antiga colônia, que na época abrigou aos considerados escravos e durante a ditadura militar (na década de setenta), também se tornou um local de detenção, tortura e assassinatos. Muito interessante ver os mínimos espaços nos porão do prédio, onde viviam apinhados muitos ex-escravos negros. Interessante também visitar o pátio interno. Hohe abriga o Museu da Cidade.

Endereço: Independência 30

3-4- TEATRO REAL

Foi inaugurado em 1927, em frente à Plaza San Martín. O Teatro Real de Córdoba, é um complexo ou espaço cultural com salas de teatro e outras atividades como: palestras, cursos, convenções, funções didáticas, ciclos, programas para aposentados, programas para pessoas com deficiência. A Comédia Cordobesa, a Comédia Infantil e Juvenil e o Teatro de Marionetes Estábulos são as entidades artísticas oficiais que desenvolvem as suas atividades no Teatro, bem como o Seminário de Teatro Jolie Libois.

Após a reforma de 2007, o novo Teatro Real conta com mais três espaços, disponíveis para acomodar 70 pessoas cada: as salas Azucena Carmona, Jolie Libois e Eugenio Filipelli. Cada uma dessas pequenas áreas possui um hall, banheiros para o público e vestiários.

Endereço: San Jeronimo 66

3-5- PASAJE SANTA CATALINA

Ladeada pela Catedral e pelo Cabildo e com um percurso de apenas um quarteirão, impressiona pelas suas características coloniais originais. Vale também sentar no banco da praça, bem ao final da passagem, para observar o movimento. Na passagem você também encontra o Museu de la Memória o qual espaços e salas de exposições permanentes e temporárias  sobre a repressão e os processos de lutas pela Memória, Verdade e Justiça.

3-6- ORATÓRIO DEL OBISPO MERCADILLO

É uma construção do século XVIII cuja propriedade pertenceu ao Bispo da Diocese de Tucumán: Manuel de Mercadillo, o mesmo que promoveu a transferência da referida sede para a cidade de Córdoba. Da casa original restaram apenas um andar térreo com seu portão de acesso e um andar superior com uma porta menor que dava para uma varanda com grade de ferro forjado. A frente estreita e branca mostra os ornamentos arquitetônicos típicos da época colonial espanhola, culminando na sua parte mais alta com algumas inscrições religiosas e uma cruz de ferro. O bispo nunca habitou esta casa cujo objetivo era abrigar os alunos do Colégio de Montserrat e os seminaristas de Santo Tomás de Aquino,…anos depois foi convertida em prisão pública. Hoje, neste espaço declarado Monumento Histórico Nacional em 1941, funciona o Museu Eclesiástico Deàn Gregorio Funes onde a arte religiosa é exibida temporariamente. Além disso, este local cumpre funções administrativas como dependência do Ministério da Cultura e no mesmo imóvel, mas nas proximidades, funciona um gabinete da Direcção de Turismo. Ali se eleva uma grande escadaria ao ar livre, de onde se tem uma bela vista da Plaza San Martín. 

Endereço: Rosario de Santa Fé 39

3-7- CONVENTO DE LAS CARMELITAS DESCALZAS

O complexo está localizado a meio quarteirão da Plaza San Martín , o verdadeiro coração do centro histórico da cidade, e sua aparência lembra os anos de fundação da capital cordobesa.

No século XVII, Don Juan de Tejeda e sua esposa, Doña Ana María Guzmán, cumpriram a promessa a Santa Teresa de construir uma igreja dedicada a ela. Em 1625, foram concluídas as obras que deram vida à configuração original do edifício, sendo o conjunto monástico fundado oficialmente em 1628.

Ao ficar viúva, Ana María de Guzmán tornou-se a primeira freira do mosteiro, que já nessa época tinha um setor de clausura. O convento inclui sete pátios, a antiga ermida, os claustros, o cemitério, uma ampulheta e a bela Igreja de Santa Teresa.

No mosteiro funciona o Museu de Arte Sacra Juan de Tejeda , que organiza exposições temporárias relacionadas com a história de Córdoba e permite conhecer objetos antigos de culto religioso.

Endereço: Independência 122.

3-8- BASILICA DE LA MERCED

A Basílica de la Merced foi fundada em 1826. O projeto da igreja foi concluído por Kánepa Bettoli em estilo italiano. A basílica tem algumas características das de Roma e algumas influências do ecletismo. Foi nomeada basílica em 1926. A basílica é uma verdadeira obra-prima com a arquitetura composta por vários estilos.

Endereço: 25 de Mayo 83.

3-9- MANZANA JESUÍTICA

A Manzana Jesuítica talvez seja o ponto mais conhecido e turístico da cidade de Córdoba. A manzana é uma quadra que compreende vários prédios históricos, como a Igreja da Compañía de Jesús, a Capilla Doméstica, a residencia dos jesuítas, o Rectorado de la Universidad Nacional de Córdoba e o Colégio Nacional de Monserrat.

Muitos viajantes que passam por aí, pensam que a igreja é a única construção importante, não dando conta dos prédios ao lado, como a Universidade Nacional de Córdoba, que é a primeira universidade da Argentina e uma das mais antigas da América Latina.

Embora seja permitida a entrada no pátio da universidade e no interior da igreja, uma boa maneira de conhecer melhor a história do local é optando por uma visita guiada dentro das dependências da manzana.

4- PASSEIOS

5- PASSAGENS

6- SEGURO VIAGEM

7- HOTEL

8- LIVROS

Para conhecer um pouco mais sobre a história de Córdoba.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

− 1 = 6

error: Oops. Conteúdo protegido !!
Rolar para cima
Rolar para cima