Smartify deixa sua visita no museu muito mais interessante

Por

Smartify aplicativo para museu

Muitas cidades tem como uma das principais atrações, museus. Às vezes pode ser interessante e outras nem tanto. Muitas vezes não se torna interessante por não sabermos nada  ou sabermos pouco sobre a obra a qual está na nossa frente, não é mesmo? O aplicativo smartify deixa sua visita no museu muito mais interessante. Veja como funciona:

Baixe o e-book gratuito agora!

enjoy the glow of good health you must exercise. 1 570x478 - Smartify deixa sua visita no museu muito mais interessante

_______

Como o Smartify funciona:

É bem simples. Você baixa o aplicativo, aponta para obra de arte e pronto. Ele fará o reconhecimento da obra fornecendo dados do artista, informações adicionais como vídeos e críticas. Isso ajuda a gente não ficar com aquela cara de paisagem por não entender nada do que está vendo, não é mesmo? 🙂

Assista o vídeo e veja como funciona:

Batizado como “curador digital”, o app foi projetado para complementar ou substituir os audio – guias do museu.

Pode ser baixado gratuitamente com os sistemas operacionais iOS ou Android.

Museus que você pode usar o Smartify:

Por enquanto o Smartify só está disponível em inglês e, até o momento, permite consulta aos acervos dos segiintes museus:

  • National Portrait Gallery ( Londres);
  • Cartoon Museum (Londres);
  • Tate Modern (Londres);
  • Laguna Art Museum ( Los Angeles);
  • Sluice Art Fair (Nova York);
  • Louvre (Paris);
  • Metropolitan Museum of Art (Nova York);
  • Rijsksmuseum ( Amsterdam);
  • Wallace Collection (Londres);
  • Ben Uri 100 (Londres);
  • Los Angeles County Museum of Art (Los Angeles);
  • Monte dei Paschi di Siena (Siena);
  • Royal Academy of Arts (Londres);
  • Sculpture in the City (Londres).

Gostou? Compartilhe com seus amigos clicando na sua rede social no topo deste post.

Siga o FUIPORAI BOG no Facebook e no Instagram.

Cadastre-se no blog para receber atualizações:

Sem tags 0 Comentários 0

Sem comentários ainda

Deixe uma resposta