6 coisas para fazer em Santa Teresa

Santa Teresa é um bairro de classe média e média alta na área central do Rio de Janeiro. Possui uma exclusiva localização, no alto de uma serra entre as zonas sul e central, promovendo privilegiada vista para essas áreas. Assim como os bairros vizinhos Catete e Glória é conhecido pelas construções históricas do século XIX, além de elegantes casarões construídos até os anos 40.

.
O bairro de Santa Teresinha surgiu a partir do convento de mesmo nome, no século XVIII. Foi, inicialmente, habitado pela classe alta da época, numa das primeiras expansões da cidade para fora do núcleo inicial de povoamento português, no Centro da cidade. Surgiram, então, vários casarões e mansões inspirados na arquitetura francesa da época, muitos dos quais estão em pé até hoje. O bairro de Santa Teresa recebeu, ao longo de toda sua existência, muitos imigrantes europeus.

O bairro de Santa Teresinha surgiu a partir do convento de mesmo nome, no século XVIII. Foi, inicialmente, habitado pela classe alta da época, numa das primeiras expansões da cidade para fora do núcleo inicial de povoamento português, no Centro da cidade. Surgiram, então, vários casarões e mansões inspirados na arquitetura francesa da época, muitos dos quais estão em pé até hoje. O bairro de Santa Teresa recebeu, ao longo de toda sua existência, muitos imigrantes europeus.

Vivem, em Santa Teresa, muitos intelectuais, políticos, atores e militares, atraídos pelas características históricas, culturais e pela qualidade de vida que o bairro proporciona. Há uma grande quantidade de políticos e movimentos populares ou mobilizações coletivas. Há também um grande número de organizações não governamentais instaladas no bairro, que prestam serviços e dão apoio às comunidades localizadas no entorno do bairro.

Além disso, vários restaurantes, bares e cafés na porção boêmia do bairro, no entorno do Largo Guimarães.

COMO CHEGAR:

De bonde – O passeio mais tradicional – Do Centro, Estação na Rua Lélio Gama

Táxi – Em trono de R$ 15,00 do Centro.

O QUE VISITAR POR LÁ:

1) Castelo do Valentim

Erguido em 1879, foi moradia do comendador Antônio Valentim. Projetado pelo filho, o arquiteto e cenógrafo, Fernando Valentim que na década de 1930 dividiu o castelo em apartamentos, forma encontrada de manter a propriedade. A arquitetura é eclética e tem aspectos de fortaleza. Atualmente é um condôminio residencial com oito apartamentos.

Localizado no alto do morro o castelo proporciona uma vista explêndida que abrange a Serra dos Órgãos, a Baía de Guanabara, o Parque do Flamengo e a cidade de Niterói.

Vale a pena passar por lá pra fotografar.

Endereço: Rua Almirante Alexandrino, 1405

2) Convento de Santa Teresa

O convento é produto da dedicação de Jacinta Rodrigues Aires e de sua irmã, Francisca, que conseguiram autorização do governador Gomes Freire de Andrade, Conde de Bobadela, para a construção de um convento de Carmelitas Descalças dedicado a Santa Tereza d’Ávila. O governador deu-lhes um grande terreno e uma antiga capela construída em 1620 no Morro do Desterro (depois chamado Morro de Santa Tereza). Numa cidade onde havia poucas mulheres brancas, o Convento de Santa Tereza seria o primeiro convento feminino.

Endereço: Ladeira de Sta Teresa,

Procurando acomodação no Rio de Janeiro? Clique no banner e ganhe desconto:

3) Mirante do Rato Molhado:

O mirante parece estar meio abandonado e, segundo os locais, não é muito seguro ficar por alí sozinho, mas vale muito pela vista da Baía de Guanabara, Ponte Rio Niterói,, Aeroporto Santo Dumont e boa parte do Botafogo e Flamengo.

Endereço: Rua Francisca de Andrade S/N

4) Largo dos Guimarães

Após a construção do Convento das Carmelitas em 1750 no morro, era formado de chácaras que foram loteadas, a partir de 1828, com o propósito de urbanizar o local.

Nele, foi formado o Largo do Guimarães. O Largo recebeu esse nome em honra a Joaquim Fonseca Guimarães, um carioca cuja casa se tornou o Hotel Santa Teresa. Hoje, o Largo é a área nobre do bairro Santa Tereza. Nos arredores do Largo, há inúmeros bares e restaurantes, além de brechós e lojas de artesanato, o que o tornou o point do bairro.

Entre os restaurantes estão o Bar do MineiroBar do Arnaudo (comida nordestina), Sobrenatural (frutos do mar) e Adega do Pimenta (alemão). Quando anoitece, o agito toma conta do lugar. Durante o dia, é uma boa ideia apreciar e comprar as peças únicas feitas pelos artistas da região. Já durante a noite, não faltam opções de bares e restaurantes para experimentar os agitos da boemia em Santa Teresa. Além da variedade gastronômica, o Largo conta com um pequeno cinema, o Cine Santa, e uma livraria bistrô. Ali perto também é possível conhecer o Museu do Bonde. Muito dos frequentadores são os artistas plásticos, músicos e pintores do bairro que se misturam aos estrangeiros e aos cariocas que estão a passeio.

5) Parque das Ruínas

Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas é um parque público e centro cultural. Localiza-se nas ruínas do prédio que foi a casa da grande mecenas da Belle Époque cariocaLaurinda Santos Lobo. Conhecida como a “marechala  da elegância”, ela costumava reunir intelectuais e artistas nas dependências do palacete, hoje um projeto premiado do arquiteto Ernani Freire, que manteve a estrutura das ruínas agregando contemporaneidade à casa durante os trabalhos de renovação. O espaço também conta com um café e vista de um lado para Baía de Guanabara e do outro, para o centro do Rio.

Endereço: Rua Murtinho Nobre, 169

6) Bodinho de Santa Teresa

Percorrer Santa Teresa com o histórico bondinho. O passeio liga o centro a Santa Teresa passando pelos Arcos da LapaA estação inicial fica na Rua Lélio Gama, próximo à estação de metrô Carioca. As saídas ocorrem a cada 30 minutos. O custo do passeio é de R$20, o valor é pago na ida e a volta é inclusa. Moradores cadastrados, estudantes da rede pública uniformizados e com vale estudante, pessoas acima de 60 anos portando CPF e portadores de vale social não pagam o embarque. Pena que o último horário de Santa teresa sentido Lapa seja às 16:15.

Você ainda pode ter uma experiência gastronômica incrível em Santa Teresa. Clique aqui

Você que já visitou Santa Teresa, conhece mais algum local? Escreva nos comentários.

Para ficar 100% atualizado com os posts do FUIPORAIBLOG, Cadastre-se abaixo. Sou 100% contra Spam.

Você pode descadastrar-se quando quiser.

Erro: Formulário de contato não encontrado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ 49 = 57

Rolar para cima
Rolar para cima