4 bodegones de Buenos Aires para visitar

Por

Bar el federal - Buenos Aires

Buenos Aires é uma cidade que tem de tudo para todos a qualquer hora incluindo vários tipos de comida e vários ambientes.

Este post é sobre a original comida porteña em ambiente porteño e portanto, nada turístico. Os Bodegones!

___

Quer fazer uma viagem personalizada para Buenos Aires?

Clique na imagem e saiba como:

Viagem personalizada

____

Sem mais delongas, o crítico gastronômico argentino Pietro Sorba define um bodegón como sendo “um lugar para comer” e ponto.

Uma lista de 4 bodegones legais para você ir, comer, misturar-se com os porteños e não pagar rios de dinheiro.

1) LA POPULAR: Em meio ao polo gastronômico da Av Caseros em San Telmo, lá está ele. Com decoração de motivos de futebol, serve minutas, pratos excutivos, entradas, carnes, milanesas. Para comer como um bom porteño!

EndereçoAv. Caseros 500, San Telmo

2) BAR CELTA – O local existe desde 1941 é um dos poucos na região do centro. Uma mistura de empório com boteco paulista, com uma decoração toda própria em madeira, mesas antigas e simples e local com um cardápio enorme. Lanches, carnes, massas e cervejas artesanais.

Endereço: Calle Sarmiento, 1701 – San Nicolas

3) BAR EL FEDERAL: Na esquina das Ruas Perú e Carlos Calvo, coração de San Telmo, funciona o café-bar El Federal. Anteriormente foi armazém e venda de bebidas, clássica tipologia comercial portenha do final do século XIX e começo do século XX. O local serve sanduíches, milanesas, picadas e um extenso cardápio.

Endereço: Carlos Calvo, 599 – San Telmo

4) EL IMPARCIAL – O restaurante mais antigo de Buenos Aires, desde 1860, segue com sua proposta de comida (e muita), ibérica. Para acessar o cardápio, clique aqui

Endereço: Hipolito Yrigoyen, 1201 – Monserrat

Você poderá gostar também:

COMO SÃO OS CORTES DE CARNE NA ARGENTINA

BARES NOTABLES DE BUENOS AIRES

Organize sua viagem com FUIPORAIBLOG. Passagens, hospedagem,passeios. Clique na imagem:

organize sua viagem

 

Cadastre-se no blog e receba atualizações:

    Sem comentários ainda

    O que você acha?

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *