Quer saber como hospedar-se de graça por aí?

Bem.. sabemos as várias formas de hospedar-se em uma viagem. Há os que gostam de hotéis, outros por  locação de apartamento por temporada, campings, albergues e há também os que gostam de ficar de graça na casa de alguém. Isso mesmo…DE GRAÇA na casa de alguém.

Não pagar nada pela hospedagem e ainda conhecer a cidade com um local e como um local e, de repente, criar uma grande amizade.

Que saber direitinho  que é e como funciona?

Continue lendo

Este local que você poderá dormir, tomar seu banho, cozinhar, lavar sua roupa, e, de quebra, conhecer a cidade com um local ou até mesmo frequentar a roda de amigos de seu anfitrião chama-se Couchsurfing. Um site que permite oferecer e buscar acomodação grátis em qualquer parte do mundo, na casa de pessoas que moram no lugar.

A hospedagem pode ser desde um sofá na sala por uma ou duas noites (daí o nome couch), como um belo quarto individual com TV, ar condicionado  e etc..

Mas espera aí..ficar na casa de alguém que não conheço??? e a segurança??

O site, em 2012, atingiu a marca de 1 milhão de membros em mais 180 países e territórios então não inseguro assim. Claro que nem tudo saõ flores, mas como em qualquer outro local, algum cuidado é recomendado. Escolher apenas os anfitriões que possuem opiniões de hóspedes anteriores, ver se o anfitrião é verificado ou seja, o telefone endereço e documentações sejam dessa pessoa e também olhar as foto e localização.

É preciso levar em consideração que conhecer a outra pessoa e aceitar as regras de hospedagem dela exige uma boa dose de disposição, e que você pode ter pouca privacidade. Se estiver viajando com o objetivo de dar OK em pontos turísticos, essa pode não ser a melhor opção, já que às vezes é “de bom tom” deixar de fazer algum passeio pra aceitar um convite do seu anfitrião pra um jantar, por exemplo – essas coisas fazem parte da vivência! Por isso, se você pensar no seu host como um hotel gratuito, a experiência provavelmente vai ser ruim!!

No entanto, se você tiver a fim de socializar e fazer da sua viagem uma experiência diferente,  o Couchsurfing pode ser bem legal Normalmente, quem faz parte dessa comunidade é gente de mente aberta, com certa flexibilidade pra conviver por alguns dias com pessoas desconhecidas.

Ainda  em dúvida? Participe de um dos encontros de membros do grupo (datas e locais no próprio site Couchsurfing), que acontecem em muitas cidades mundo afora, pra conhecer gente e ter uma ideia melhor do funcionamento da comunidade. E se você não tiver a fim de compartilhar uma casa, mas ainda assim quiser conhecer gente de outros lugares pra tomar um café ou mostrar sua cidade, o site também é uma ferramenta incrível, pois possui a opção de você não ter que hospedar ninguém e apenas dar dicas de sua cidade, ou nem isso.

Mas como funciona??

CRIANDO PERFIL

Comece criando seu perfil a partir desse link e preencha um formulário com várias perguntas sobre você, incluindo profissão, línguas que você fala, cidade natal, interesses, coisas incríveis que fez ou viu, filosofia pessoal etc. Não é obrigatório completá-lo, mas é bem recomendável, já que é assim que os outros usuários vão conhecer um pouco sobre você e, quem sabe, simpatizar o suficiente pra aceitar lhe receber em suas casas.

Na página, você tem a opção de disponibilizar seu “sofá” ou não (na parte “Couch information”), e abrir sua casa pra um couchsurfer não é pré-requisito pra ser hospedado pelos outros. Se não puder ou quiser ser anfitrião de alguém, você pode colocar-se disponível pra tomar um café ou um drinque com viajantes que passem pela sua cidade (escolhendo a opção “Not right now, but I can hang out”). E se for receber um couchsurfer, o site também lhe permite especificar quais são as condições: se você dispõe de um quarto pra pessoa ou se ela dormirá na sala ou dividirá o quarto com você, se você aceita mais de um surfer por vez, se aceita fumantes etc..

Clique na imagem abaixo:

BUSCANDO HOSPEDAGEM

Vá em “Find a couch e escreva a cidade em que vai, em que período vai viajar e explique o motivo da viagem. É possível filtrar as buscas por idade, gênero e outros aspectos.

Leia os perfis de possíveis hosts com calma e procure pessoas que pareçam interessantes ou tenham a ver com você, e de preferência que possuam recomendações positivas. É que a página possui um espaço pra comentários, onde você pode escrever pra gente que você recebeu ou que lhe recebeu, contando um pouco da sua experiência. Dessa forma, dá pra ter mais ou menos uma ideia do que esperar de cada um (ainda que obviamente isso não seja 100% confiável, como tudo na internet).

IMPORTANTE COMPARTILHAR

Pra algumas pessoas, a experiência é tão transformadora que vira uma filosofia de vida. Foi até filmado um documentário sobre o movimento, considerando o Couchsurfing “um planeta da galáxia da economia do compartilhamento”. O  One Couch at a Time. No fim das contas, é isso aí. Um sofá por vez – ou um cafezinho, se preferir -, vamos descobrindo novas pessoas e novos mundos e deixando-nos descobrir.

.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ 75 = 84

error: Oops. Conteúdo protegido !!
Rolar para cima
Rolar para cima